trumpEspera-se que Donald Trump se torne o terceiro presidente dos EUA a ser acusado pela Câmara dos Deputados. Os legisladores democratas estão se preparando para aprovar duas acusações de impeachment contra o presidente republicano. Trump enfrentará um julgamento no Senado no próximo mês, mas os membros de seu partido controlam essa câmara e dificilmente o removerão do cargo.

O presidente chamou o processo de "tentativa de golpe" e "fraude". Em uma carta de seis páginas à presidenta democrata da Câmara, Nancy Pelosi, na véspera da votação, o 45º presidente dos Estados Unidos argumentou que ele havia sido tratado pior do que "os acusados ​​nos julgamentos de bruxas de Salem".

A desembargadora Marília de Castro Neves, acusada de caluniar pelas redes sociais a vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018, prestou depoimento no Tribunal Regional Federal da 2ª Região na manhã desta terça-feira (17).

"Eu não conheço ninguém do Comando Vermelho e não conheci a vereadora Marielle Franco. Eu apenas reproduzi um comentário infeliz", afirmou a desembargadora. "Eu não tive a intenção, como acredito que ninguém antes de mim que tenha falado isso, tenha tido intenção de ofender a vereadora", finalizou.

O procedimento durou 20 minutos e foi conduzido em cumprimento à carta do Superior Tribunal de Justiça, onde tramita a ação penal contra Marília, movida pela viúva e pela irmã de Marielle.