paqueteO candidato ao Senado dos Estados Unidos por Massachussets Joe Kennedy, sobrinho neto do ex-presidente John F. Kennedy, é com enorme vantagem o concorrente preferido da comunidade portuguesa residente no estado. A admiração pelo atual congressista vem desde o final da década de 50 quando Kennedy, o avo, assinou o Azorean Refugee Act, permitindo a entrada de pelo menos 1,5 mil imigrantes açorianos afetados pela erupcao do vulcão dos Capelinhos na ilha de Faial. Em 1962, Kennedy renovou o ato e mais imigrantes deixaram as ilhas portiguesas com destino a terra do Tio Sam.

 


De la para ca, a comunidade portuguesa presente em terras americanas acompanha massivamente a familia Kennedy em todas as corridas eleitorais em que eles participam. Ativista social e descendente de portugueses açorianos, o morador de Fall River, Massachusetts, Junior Paquete, informou que passou a trabalhar em campanhas em favor dos Kennedy a partir do pedido de sua avo que era moradora de Boston. “Minha avo que tinha 96 anos me chamou para uma visita especial e me pediu que continuasse a ajudar a familia Kennedy”, disse Paquete, em entrevista ao imigrantenews.com. “Ele é um Defensor dos mais fracos e sempre trabalha para proteger a comunidade de imigrantes”, completou.


De acordo com o census dos Estados Unidos de 2000, mais de 1.1 milhão luso-americanos, sobretudo de ascendência açoreana, imigraram de Portugal para os EUA. Por causa desta imigração, os Estados Unidos autorizou o Immigration Act em 1965. Com este ato, a imigração portuguesa aumentou muito durante as décadas de 1970s e 1980s.


Hoje em dia, a maior concentração de portugueses e na Califórnia, com 330 974 habitantes de origem portuguesa (1% da população do estado), seguida por Massachusetts, com 279 722 (4,4%), seguido de Rhode Island, 91 445 (8,7%), e Nova Jérsia, 72 196 (0,9%). Há luso-descendentes em todos os estados norte-americanos.